A anatomia da mentira em pauta

“Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros” (Efésios 4:25).

Não me lembro de ter ouvido tantas vezes como ultimamente as seguintes palavras: ética, verdade, mentira, decoro, honestidade, desonestidade.
Isso me faz pensar na anatomia da mentira.
Mentira, de acordo com o dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, é: “ato ou efeito de mentir; engano, falsidade, fraude.
Qualquer coisa feita na intenção de enganar ou transmitir falsa impressão”.
A) Ato.
Mentira não se dá por acidente é fruto da vontade.
B) Intenção.
Mentira tem propósito, tem a intenção de perverter a verdade.
Como alguém já disse com muita propriedade: A verdade existe, as mentiras são inventadas.
Por que a mentira é tão sedutora?
Para alguns, a mentira é o caminho mais “fácil” para se livrar de uma situação difícil.
Para outros o caminho mais “barato” para se livrarem de uma situação que custa caro, e ainda outros a veem como o caminho mais “curto” para se livrarem de longas consequências.
Somando-se ainda o fato de que maioria das pessoas está mais propensa a responder as emoções do que aos fatos, isto torna a mentira extremamente sedutora.
Por esta razão, o mentiroso tem sempre o cuidado de dizer o que os outros querem ouvir, e claro misturarem vários fatos, a fim de que a mentira pareça-se mais com a verdade.
Porém, os seguidores de Cristo, pautam-se sempre pela verdade.