O triunfo da fidelidade – 3

“E aconteceu que, desde que o pusera sobre a sua casa e sobre tudo que tinha, o Senhor abençoou a casa do egípcio por amor de José; e a bênção do Senhor foi sobre tudo que tinha, na casa e no campo” (Gênesis 39:5).

A segunda divisão na vida de José é: José e Potifar.
Potifar comprou José dos ismaelitas.
José foi tão correto, fiel, que Potifar reconheceu que Deus estava com ele.
O sucesso de José era tão impressionante que se percebia claramente que uma manifestação sobrenatural estava acontecendo.
Esse fato é evidenciado pela presença de Deus em José.
Nota-se a ênfase da Presença de Deus com ele.
Podemos ver isso em Gênesis 39:2-5.
No versículo 2c nós podemos ver o seguinte: “…e estava na casa de seu senhor egípcio”.
No versículo 4a, b nós podemos ver: “Logrou José mercê perante ele, a quem servia; e ele o pôs por mordomo de sua casa”.
Deus estava com José e este era o segredo de ser tão bem-sucedido.
A prosperidade de José não era algo como uma varinha de condão, ele continuava sendo escravo, mas ele era fiel.
José estava vivendo o triunfo da fidelidade.
José era escravo, ele servia porque entendia que para ser fiel a Deus, precisava ser fiel aos homens.
Algumas pessoas querem ser fiéis a Deus, mas não são fiéis aos homens.
Traem e são dissimuladas.
Precisamos entender que servimos a Deus servindo aos homens.

Só devemos nos rebelar contra os homens, quando a vontade deles é contra a vontade de Deus.